FamilyLifestyle

Artigo familiar com os melhores conselhos.

Amy Schumer fala sobre sua batalha contra a endometriose: é uma ‘doença solitária’

3 min read

[ad_1]

A atriz e comediante Amy Schumer revelou em 2021 que fez uma cirurgia para retirar o útero e o apêndice devido à endometriose. A endometriose é uma doença que faz com que o tecido endometrial, também conhecido como tecido que reveste o útero, cresça fora do útero. Isso não só pode ser incrivelmente doloroso, mas também pode levar à infertilidade e outras complicações de saúde.

Schumer, 41, não tem vergonha de sua batalha contra a doença e recentemente deu uma entrevista íntima com o correspondente médico da CBS News, Dr. por David Agus para a nova série de documentários originais da Paramount+, Exame pelo Dr. David Agus.

“Eu tenho sentido muita dor, você sabe, toda a minha vida – não apenas uma semana do meu período”, vida & bete a estrela explicou, acrescentando que “foi muito difícil”. Schumer disse que sente dores fortes há décadas desde que começou a menstruar.

Schumer fez uma histerectomia, a remoção do útero, para ajudar a tratar a endometriose, que ela descreveu durante uma entrevista à CBS News como uma “doença solitária”. Ela também teve seu apêndice removido, explicando em um post no Instagram que os médicos encontraram um tumor em seu “apêndice endo-devastado”.

“Sabe, eu venho reclamando da dor há meses… só essa dor que você não consegue ver. E, você sabe, há uma tendência de sempre pensar que uma mulher é apenas dramática”, disse Schumer em uma entrevista.

Schumer disse que as cicatrizes das cirurgias nem são uma preocupação por causa do alívio imediato que ela sentiu após as cirurgias. Ela explicou que o alívio da dor parecia que ela era uma nova pessoa e uma mãe melhor.

“Senti como se alguém tivesse levantado esse véu que estava sobre mim. E eu me senti como uma pessoa diferente… como uma nova mãe”, disse Schumer.

Schumer tem falado sobre sua jornada com a endometriose, postando no Instagram sobre sua dor e defendendo que as mulheres falem quando vão ao médico, observando que “seu período não deve ser doloroso”.

Ela continuou: “… como mulheres, nos dizem que as palavras ‘rainha do drama’, ‘pare de ser uma boceta’, ‘não seja uma vadia’, ‘você é uma garotinha’ – todas essas frases, todos esses, retratam as mulheres como fracas. Culturalmente, sinto que cresci acreditando nisso. Achei que era uma rainha do drama.

Ela então disse que as mulheres deveriam falar, mesmo que seja chato ou dramático, porque os médicos muitas vezes descartam os problemas de saúde das mulheres. Mas para Schumer e muitos outros, essa dor é muito real.

“Deixe-me apenas dizer a você, minha dor é real. Sua dor é real. Temos que nos defender, temos que falar. E sabe de uma coisa? Preocupo-me que este vídeo seja chato, mas não me importo, porque espero que ajude 1 mulher vá e descubra por que ela está com tanta dor.”

O episódio de 30 minutos com Schumer estará disponível para transmissão no Paramount+ a partir de terça-feira, 13 de dezembro.



[ad_2]

Source link

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *